Pular para o conteúdo principal

Significado de Budismo

O que significa Budismo


Budismo é uma religião e filosofia orientais, fundada por Sidarta Gautama, o Buda. A filosofia budista é guiada pelos ensinamentos de Buda, e acredita que o caminho para a libertação está na consciência que pode ser alcançada por práticas e crenças espirituais, como a meditação e o yoga.

É uma das maiores religiões do mundo, com milhares de praticantes em todo o mundo e não só no oriente. A religião budista na sua forma clássica não é teísta, ou seja, não possui um Deus. Buda não se acreditava uma divindade que devesse ser adorada, e sim um guia espiritual com seguidores de suas crenças e práticas. Mas existem correntes panteístas e teístas.

Veja também: Buda

Os budistas acreditam que a consciência física e espiritual leva à iluminação e elevação, o chamado nirvana. É o plano mais alto de consciência, onde o ser está livre da dor do mundo físico.

O Budismo também acredita que todos os seres possuem encarnações e reencarnações, inclusive os animais e plantas. Por isso o indivíduo deve ser bom a todos os seres, já que em outra vida pode-se experienciar aquela forma. Este ciclo de reencarnação é chamado de Samsara.

A doutrina budista é dividida em dois grandes ramos: Theravada, a escola budista mais antiga, e Mahayana, da qual faz parte o Budismo Tibetano, o Zen, entre outras linhas.

As Três Joias, também conhecidas como Três Tesouros, Três Refúgios ou Gema Tripla, são as bases das tradições e práticas budistas.

São elas o Buda (O iluminado), o Dharma (a lei suprema ou doutrina pregada por Buda) e o Sangha (o grupo formado pelos discípulos do budismo). Esta base dá as forças necessárias para aceitar aquilo que não pode ser mudado, encontra energia para agir naquilo que pode ser ajustado, e principalmente a consciência e o discernimento de uma coisa ou outra.

Existem diferentes vertentes do Budismo. Por exemplo, o Budismo Nitiren ou Budismo de Nitiren tem como fundamento os ensinamentos de Nitiren, um monge japonês que viveu no século XIII.

O Budismo Kadampa, outra linhagem de pensamento budista, foi uma escola criada pelo mestre budista indiano Atisha.

Saiba mais sobre o Budismo tibetano.

Origem do Budismo

O Budismo foi fundado por Sidarta Gautama, o Buda, no século VI antes de Cristo. Sidarta era um jovem da realeza local (a região onde foi fundado o Budismo é hoje o Nepal), que abriu mão de toda a riqueza e da vida mundana para viver com os monges e buscar a iluminação.

Depois de encontrar o caminho, ele passou a proferir sua palavra para os outros monges, que tornaram-se seus discípulos. Entre os primeiros ensinamentos de Buda estão as 'quatro verdades nobres' ou 'quatro verdades sagradas' que têm como objetivo libertar o ser humano da dor:

  1. A verdade é que o viver é sofrer. (Dukha)
  2. O sofrimento tem a sua origem nos desejos do ser humano. (Tanha)
  3. É possível eliminar o sofrimento se forem eliminados os apegos e desejos;
  4. Para eliminar o sofrimento é preciso seguir o Nobre Caminho Óctuplo (ou Oito Vias Nobres).

Símbolos do Budismo

A Flor de Lótus é um dos símbolos do Budismo, ela significa a pureza espiritual e é associada ao aparecimento de Buda. Conta a lenda que desabrocharam flores de lótus atrás de cada um dos primeiros passos do pequeno Buda.

Saiba mais sobre o significado da Flor de Lótus.

Outro símbolo comum do Budismo no Brasil é a imagem do Buda gordo, em cima de moedas para indicar prosperidade. Esta imagem não corresponde à figura de Sidarta, que não era gordo. Não existe uma única versão para a origem desta imagem, mas acredita-se que tenha sido um dos monges discípulos de Buda, que acabou por ter sua figura associada à abundância.

Budismo e Hinduísmo

O Budismo e o Hinduísmo são duas tradições religiosas e filosóficas que surgiram na região da Índia. As duas apresentam muitas semelhanças nas crenças, como os conceitos de dharma, karma e samsara.

No entanto, as principais diferenças se dão no terreno das práticas, que no caso do hinduísmo consistem na busca da consciência em Deus e consequente adoração das divindades como caminho da salvação, o que é muito diferente da busca pela iluminação espiritual budista.

Entre as práticas do hinduísmo está a divisão da sociedade hindu pelo sistema de castas, o que diverge do conceito de igualdade entre os seres defendido pelos budistas.

O Hinduísmo seria anterior ao Budismo, tendo já mais de quatro mil anos. 

Budismo Tibetano

O Budismo Tibetano, também chamado de Iamaísmo, é uma prática com forte presença no Brasil, sendo o líder Tenzin Gyatso, o Dalai Lama, sua figura mais representativa.

Budismo no Brasil

O Budismo foi introduzido no Brasil no começo do século XX. No dia 18 de Junho de 1908, chegava ao Brasil Tomojiro Ibaragui, mais conhecido como Ibaragui Nissui, o primeiro monge budista do Brasil.

A filosofia é difundida desde então em todo o país, muito em função da quantidade crescente de imigrantes orientais. Os principais templos budistas do Brasil estão localizados em Três Coroas (RS), e o Templo Zu Lai em Cotia (SP).

Budismo Engajado

O Budismo Engajado é uma expressão criada pelo mestre Zen Thich Nhât Hahn para se referir ao papel dos budistas em prol de uma sociedade sem sofrimento para todos os seres. Entre os objetivos do budismo engajado estão a ação social para promover os princípios do budismo, de não fazer mal a nenhum ser, de buscar livrar-se da dor, promover a paz e a igualdade.

Saiba mais sobre outras religiões e filosofias:

Fonte: Significados

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Significado de Salamaleico

O que significa Salamaleico
Salamaleico é uma expressão árabe utilizada pelos muçulmanos como uma saudação, e significa: “que a paz esteja sobre vós”.Originalmente, a grafia correta desta expressão é Salaam Aleikum ou As-Salamu Alaikum, sendo que “salamaleico” seria a versão aportuguesada desta saudação árabe.Quando alguém diz “salamaleico” para determinada pessoa, a resposta esperada deve ser: Alaikum As-Salaam ou Aleikum Essalam, que significa 'esteja a paz de Deus sobre vós também”.Ver também: o significado da expressão Namastê.A partir deste termo, surgiu a palavra salamaleque na língua portuguesa, que possui o significado literal de “a paz esteja contigo”, mas também utilizada para se referir a um cumprimento demasiado polido e sem naturalidade.Esta saudação é comum principalmente entre os muçulmanos que seguem a doutrina religiosa do islamismo.Saiba mais sobre o significado do Islamismo.Fonte: Significados

Significado de Mãos Atadas

Significado de Mãos Atadas
Mãos atadas é uma expressão popular usada para indicar que uma pessoa está sendo impedida de agir, de tomar alguma iniciativa, de tomar alguma medida para resolver ou solucionar algum problema.'Estar com as mãos atadas' é estar impossibilitada, por diversos motivos, de buscar uma solução para se livrar de algo que está lhe importunando, desgostando, perturbando e lhe causando algum incômodo.A expressão 'de mãos e pés atados' é  usada para dar maior ênfase ao seu significado, é para dizer que existe um impedimento bastante significativo para a solução de algum problema.A expressão 'mãos atadas' é também usada para dizer que um indivíduo é sovina, é avarento, que é uma pessoa que não gosta de gastar dinheiro, que economiza tudo que pode, e geralmente o que têm não gasta com bobagens.'Mão atadas' é o nome da música da cantora Zélia Duncan, lançada em 2005, no álbum  Pré, Pós tudo, Bossa Band.'De Mão Atadas' é o título do r…

Significado de Avohai

O que significa Avohai
Avohai é um neologismo criado pelo cantor e compositor brasileiro Zé Ramalho, e consiste na aglutinação das palavras “avô” e “pai”.De acordo com a história divulgada na biografia do artista – “Zé Ramalho: o poeta dos abismos” – esta palavra teria surgido durante uma experiência com drogas alucinógenas.O avô de Zé Ramalho teria desempenhado um importante papel paterno para o cantor, que perdeu o pai biológico enquanto ainda era criança.Na interpretação de Zé Ramalho, o “avôhai” é a sabedoria que consegue passar por gerações, seja de avô para pai, pai para filho, ou mesmo avô para filho.Letra da música Avôhai“Um velho cruza a soleira / De botas longas, de barbas longas / De ouro o brilho do seu colar / Na laje fria onde coarava / Sua camisa e seu alforje / De caçador / Oh meu velho e invisível / Avôhai / Oh meu velho e indivisível / Avôhai / Neblina turva e brilhante / Em meu cérebro, coágulos de sol / Amanita matutina / E que transparente cortina / Ao meu redor / …