Pular para o conteúdo principal

Significado de Omissão

O que significa Omissão


Omissão é deixar de fazer ou dizer alguma coisa. Também pode ser entendido como deixar de lado, desprezar ou esquecer algo ou alguém.

O Direito Penal entende por omissão algo que deixa de ser feito quando a pessoa estaria obrigada a fazê-lo por norma jurídica, ou teria condições para tal. Pelo significado jurídico, a omissão é o contrário da ação. A ação é o agir positivo, e a omissão o agir negativo, a não-ação.

A omissão de cautela, por exemplo, é não tomar as atitudes necessárias para impedir que um menor de 18 anos ou portador de deficiência mental se apodere de uma arma de fogo, se esta for da pessoa em questão ou estiver em sua posse. É um crime previsto no art. 13 da Lei 10.826/03.

Pela crença cristã, a omissão é pecado. Deixar de fazer algo que poderia ter feito, principalmente no que compete a ajudar alguém, é pecado. Assim como se colocar em uma situação de omissão, como estar embriagado e não conseguir cumprir seu dever, também configura um pecado.

Os sinônimos para omissão são: preterição, esquecimento, displicência, despreocupação, desleixo, negligência, desinteresse, lacuna, lapso, falha, falta, indiferença.

Omissão de Socorro

A omissão de socorro é a falha ao socorrer. Em um acidente de trânsito, por exemplo, se o motorista atropela um pedestre, ele deve parar e prestar socorro imediatamente. Do contrário será considerado omissão de socorro, ou seja, ele deixou de socorrer, o que é considerado um delito previsto pelo Código Penal (CP).

A negligência também é uma omissão. No caso, se um médico deixar de atender um paciente, ou fizer um tratamento inadequado ao problema que o paciente apresenta, a atitude pode ser enquadrada como negligência médica, e não só é crime como também fere ao juramento médico.

Qualquer pessoa, leiga ou da área da saúde, tem o dever de prestar socorro a um acidentado ou necessitado, contudo não coloque sua própria vida em risco. É o que consta no artigo 135 do Código Penal (CP).

Omissão própria e omissão imprópria

A omissão própria é como é chamado o tipo de crime, de acordo com o Código Penal Brasileiro, em que não é preciso um resultado negativo da ação para se constitua o delito. A omissão de socorro é um dos crimes omissivos próprios, pois mesmo que o quadro da vítima não piore, ou até mesmo melhore, só o fato de ter deixado de prestar socorro já é tido como crime.

A Omissão imprópria, ou também chamado de crimes comissivos por omissão, é quando a omissão é realizada de forma a impedir uma ação indesejável.

Omissões Legislativas

As omissões legislativas,  também conhecidas por omissão inconstitucional, são quando o poder legislativo de um país se abstém ou tem demora para elaborar leis ou consolidar normas que garantam os direitos previstos pela constituição federal. 

Existem dois instrumentos do Supremo Tribunal Federal para tentar resolver as omissões: o Mandado de Injunção e a Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão.

Omissão Contumaz

Omissão contumaz é um termo da Contabilidade e se refere à falta de declarações e demonstrativos contábeis à Receita Federal de forma repetida, por cinco ou mais períodos fiscais. Ou seja, a omissão contumaz é o ato de deixar de declarar as informações financeiras continuamente, e não só um erro ou esquecimento pontual.

A omissão contumaz causa a baixa do CNPJ da empresa e deve ser regularizado formalmente junto à receita federal por um contabilista.

Omissão e mentira

A omissão e a mentira são conceitos diferentes, embora muitas vezes um possa fazer parte do outro. A omissão é quando algo não é contado ou feito. Enquanto que a mentira é dizer ou fazer algo que não é verdadeiro.

Chama-se de omissão da verdade quando sabe-se de determinada coisa mas não fala-se, seja para proteger interesse próprio ou de outro.

Fonte: Significados

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Significado de Mãos Atadas

Significado de Mãos Atadas
Mãos atadas é uma expressão popular usada para indicar que uma pessoa está sendo impedida de agir, de tomar alguma iniciativa, de tomar alguma medida para resolver ou solucionar algum problema.'Estar com as mãos atadas' é estar impossibilitada, por diversos motivos, de buscar uma solução para se livrar de algo que está lhe importunando, desgostando, perturbando e lhe causando algum incômodo.A expressão 'de mãos e pés atados' é  usada para dar maior ênfase ao seu significado, é para dizer que existe um impedimento bastante significativo para a solução de algum problema.A expressão 'mãos atadas' é também usada para dizer que um indivíduo é sovina, é avarento, que é uma pessoa que não gosta de gastar dinheiro, que economiza tudo que pode, e geralmente o que têm não gasta com bobagens.'Mão atadas' é o nome da música da cantora Zélia Duncan, lançada em 2005, no álbum  Pré, Pós tudo, Bossa Band.'De Mão Atadas' é o título do r…

Significado de Zonas Pilosas

Significado de Zonas Pilosas
Zonas pilosas é uma região da raiz das plantas onde se situam os pêlos radiculares responsáveis pela absorção da água e sais minerais que farão parte da seiva bruta. Estão situadas geralmente, acima da zona de distensão, onde a raiz apresenta a maior taxa de crescimento.Nas plantas, todas as raízes possuem uma zona pilosa, caracterizada por possuir muitos pêlos finos, que têm como função absorver a água que a planta necessita para as suas atividades vitais sem as quais a planta não consegue viver. Esse processo de absorção da água do solo é uma das matérias primas para o processo de fotossíntese das plantas.A área radicular corresponde a 130 vezes a área da parte áerea da planta e é uma adaptação contra a grande perda de água na forma de vapor - transpiração vegeta. - que ocorre na parte aérea. Quando uma planta é arrancada do solo, perde grande quantidade desses pelos absorventes e de raízes pequenas. Com isso, sua capacidade de absorção, principalmente de…

Significado de Cavalo de Tróia

O que significa Cavalo de Tróia
Cavalo de Tróia é um dos principais símbolos da famosa guerra de Tróia, usado como estratégia pelos gregos para derrotar os troianos.De acordo com a história narrada na obra “Ilíada” de Homero, o Cavalo de Tróia era feito de madeira e totalmente oco por dentro.O guerreiro grego Odisseu teria tido a ideia de construir um gigantesco cavalo e presentar os troianos, como um gesto simbólico de rendição da guerra.Os troianos aceitaram o “presente” e levaram o cavalo para o interior das muralhas de Tróia. Todos os soldados beberam e comemoraram a rendição do inimigo e, quando todos estavam dormindo, centenas de soldados gregos saíram de dentro do cavalo e atacaram a cidade.Para ajudar a destruir os seus inimigos, os guerreiros liderados por Odisseu abriram os portões da cidade, possibilitando uma total invasão dos gregos em Tróia, que foi totalmente destruída.A partir desta história surgiu a expressão popular “presente de grego”, quando alguém está se referindo…