Pular para o conteúdo principal

Significado das Bodas de meses de casamento

Significado das Bodas de meses de casamento


Bodas de meses de casamento é a comemoração de cada um dos onze primeiros meses de matrimônio, sendo que cada mês é representado por um símbolo diferente.

As bodas de meses de casamento também costumam ser utilizadas pelos casais que ainda não são casados, como “Bodas de namoro”.

1º mês: Bodas de Beijinhos

Doce de Beijinho

No primeiro mês de casamento é comemorada a boda de beijinhos – um doce tipicamente brasileiro, feito com doce de leite e coco ralado.

Também pode ser interpretado como diminutivo de beijo – beijinho – termo que é utilizado para se referir ao ato de beijar alguém com muito carinho. Neste período o casal normalmente ainda está em lua de mel.

Ver também: o significado de lua de mel.

2º mês: Bodas de Sorvete

Sorvete

No segundo mês de casamento é comemorada a boda de sorvete.

Como parte da celebração, o casal pode comprar um delicioso bolo de sorvete personalizado e comê-lo como sobremesa, após um jantar romântico.

3º mês: Bodas de Algodão Doce

Algodão Doce

O terceiro mês de matrimônio é representado pelo algodão doce.

Aconselha-se comemorar esta boda num parque de diversões, brincando com o companheiro (a) e, claro, comendo muito algodão doce.

4º mês: Bodas de Pipoca

Pipoca

A boda de pipoca marca o quarto mês de casamento.

Uma dica é fazer uma sessão de cinema especial com o parceiro (a), com muita pipoca e refrigerante.

5º mês: Bodas de Chocolate

Chocolate

A boda de chocolate é celebrada quando o casal completa o quinto mês de casamento.

Presentear com caixas de chocolate é só o começo das várias possibilidades disponíveis para celebrar esta boda.

6º mês: Bodas de Plumas

Plumas

No sexto mês, o casal celebra bodas de pluma.

Nesta ocasião, a sugestão é utilizar plumas em decorações ou como acessório para uma divertida brincadeira sensual com o parceiro (a).

7º mês: Bodas de Purpurina

Purpurina

As bodas de purpurina marcam o sétimo mês de casamento.

A purpurina remete ao brilho e, consequentemente, ao sentimento de alegria. Aconselha-se fazer um cartão bem romântico e enchê-lo com purpurina para ficar bem brilhante.

8º mês: Bodas de Pom Pom

Pom Pom

O oitavo mês de casamento é simbolizado pelo pom pom.

O pom pom é como uma espécie de bola de pelos macios, bastante agradável ao toque. A dica é utilizar este objeto como parte da decoração de um jantar romântico, por exemplo.

9º mês: Bodas de Maternidade

Rosto de um bebê

A boda de maternidade é a celebração do nono mês de matrimônio.

Assim como os nove meses de uma gestação, ao chegar neste período, a vida a dois do casal já estará mais concretizada.

10º mês: Bodas de Pintinho

Prato de café da manhã

O décima mês é simbolizado pelas bodas de pintinho.

A brincadeira desta boda envolve o uso de ovos. Então, uma sugestão é preparar um belo café da manhã (com ovos mexidos) e servir na cama.

11º mês: Bodas de Chicletes

Caixa de Chicletes

Por fim, no décimo primeiro mês de casamento o casal celebra a boda de chiclete.

Uma caixa personalizada recheada com os chicletes prediletos do parceiro (a) é uma boa dica de como não deixar esta boda passar em branco.

O 12º mês é quando o casal completa um ano de casamento, ou seja, passam a celebrar a boda de papel. A partir agora, as comemorações costumam ser feitas anualmente.

Saiba mais sobre o significado das Bodas de Casamento.

Fonte: Significados

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Significado de Salamaleico

O que significa Salamaleico
Salamaleico é uma expressão árabe utilizada pelos muçulmanos como uma saudação, e significa: “que a paz esteja sobre vós”.Originalmente, a grafia correta desta expressão é Salaam Aleikum ou As-Salamu Alaikum, sendo que “salamaleico” seria a versão aportuguesada desta saudação árabe.Quando alguém diz “salamaleico” para determinada pessoa, a resposta esperada deve ser: Alaikum As-Salaam ou Aleikum Essalam, que significa 'esteja a paz de Deus sobre vós também”.Ver também: o significado da expressão Namastê.A partir deste termo, surgiu a palavra salamaleque na língua portuguesa, que possui o significado literal de “a paz esteja contigo”, mas também utilizada para se referir a um cumprimento demasiado polido e sem naturalidade.Esta saudação é comum principalmente entre os muçulmanos que seguem a doutrina religiosa do islamismo.Saiba mais sobre o significado do Islamismo.Fonte: Significados

Significado de Mãos Atadas

Significado de Mãos Atadas
Mãos atadas é uma expressão popular usada para indicar que uma pessoa está sendo impedida de agir, de tomar alguma iniciativa, de tomar alguma medida para resolver ou solucionar algum problema.'Estar com as mãos atadas' é estar impossibilitada, por diversos motivos, de buscar uma solução para se livrar de algo que está lhe importunando, desgostando, perturbando e lhe causando algum incômodo.A expressão 'de mãos e pés atados' é  usada para dar maior ênfase ao seu significado, é para dizer que existe um impedimento bastante significativo para a solução de algum problema.A expressão 'mãos atadas' é também usada para dizer que um indivíduo é sovina, é avarento, que é uma pessoa que não gosta de gastar dinheiro, que economiza tudo que pode, e geralmente o que têm não gasta com bobagens.'Mão atadas' é o nome da música da cantora Zélia Duncan, lançada em 2005, no álbum  Pré, Pós tudo, Bossa Band.'De Mão Atadas' é o título do r…

Significado de Avohai

O que significa Avohai
Avohai é um neologismo criado pelo cantor e compositor brasileiro Zé Ramalho, e consiste na aglutinação das palavras “avô” e “pai”.De acordo com a história divulgada na biografia do artista – “Zé Ramalho: o poeta dos abismos” – esta palavra teria surgido durante uma experiência com drogas alucinógenas.O avô de Zé Ramalho teria desempenhado um importante papel paterno para o cantor, que perdeu o pai biológico enquanto ainda era criança.Na interpretação de Zé Ramalho, o “avôhai” é a sabedoria que consegue passar por gerações, seja de avô para pai, pai para filho, ou mesmo avô para filho.Letra da música Avôhai“Um velho cruza a soleira / De botas longas, de barbas longas / De ouro o brilho do seu colar / Na laje fria onde coarava / Sua camisa e seu alforje / De caçador / Oh meu velho e invisível / Avôhai / Oh meu velho e indivisível / Avôhai / Neblina turva e brilhante / Em meu cérebro, coágulos de sol / Amanita matutina / E que transparente cortina / Ao meu redor / …